Sociedade

Portugal destaca quatro militares para o aeroporto de Cabul

Os militares destacados já tinham estado entre janeiro e maio em missão no Afeganistão, integrados numa missão da NATO para assegurar a proteção do Aeroporto Internacional Hamid Karzai, e irão “apoiar o esforço de retirada de cidadãos afegãos”.


Quatro militares portugueses já estão a caminho do aeroporto internacional de Cabul, no Afeganistão, avançou o jornal Expresso, que cita fonte do Ministério da Defesa Nacional.

Segundo o jornal, os militares destacados já tinham estado, entre janeiro e maio, em missão no Afeganistão, integrados numa missão da NATO para assegurar a proteção do Aeroporto Internacional Hamid Karzai, e irão “apoiar o esforço de retirada de cidadãos afegãos”, integrados no contingente espanhol.

A equipa será responsável por apoiar a vinda de pelo menos 50 cidadãos afegãos para Portugal, “previsivelmente via Espanha”, estando afastado o envio de aviões da Força Aérea Portuguesa.

Os refugiados acolhidos por Portugal serão todos os que “colaboraram (por exemplo, como intérpretes) com a nossa força nacional destacada no Afeganistão, no quadro da NATO”. Mas o país irá também, em segundo lugar, participar no esforço de “acolhimento dos cidadãos afegãos que colaboraram noutros enquadramentos da NATO e também com a União Europeia”.

“Portugal está ainda a analisar pedidos de acolhimento dirigidos diretamente a Portugal, designadamente por pessoas e grupos profissionais em situação de particular vulnerabilidade ou risco, como jornalistas, mulheres juristas, estudantes ou ativistas de direitos humanos”, acrescenta o Expresso.