Internacional

Equipa da Polícia Marítima interceta embarcação com 127 migrantes em Itália

A bordo da embarcação seguiam migrantes de nacionalidade libanesa, afegã e paquistanesa. Três indivíduos foram identificados por suspeitas de facilitarem a travessia dos migrantes até Itália.


Os elementos do Grupo de Ações Táticas (GAT) da Polícia Marítima intercetaram, na segunda-feira, uma embarcação com 127 migrantes, a navegar a cerca de 74 quilómetros de Santa Maria di Leuca, no sul de Itália. De realçar que a equipa se encontra em território italiano no âmbito da Operação ‘Themis’, da Agência Frontex.

Em comunicado, esta terça-feira divulgado, a Autoridade Marítima Nacional (AMN) revela que a equipa recebeu um alerta através, pelas 14h, “através do Centro de Coordenação Internacional de Roma (ICC Roma), a informar que uma aeronave da Guardia di Finanza havia detetado a presença de uma embarcação suspeita de migração irregular a navegar ao largo de Santa Maria di Leuca”.

Já no local, os elementos do Grupo de Ações Táticas da Polícia Marítima “intercetaram a embarcação, confirmando a presença de vários migrantes a bordo”. A embarcação ficou acompanhada pela equipa portuguesa até à chegada da embarcação da Guardia di Finanza, que “a encaminhou até ao porto de Gallipoli, onde desembarcaram os migrantes”.

A bordo da embarcação seguiam migrantes de nacionalidade libanesa, afegã e paquistanesa. Três indivíduos foram identificados, por suspeitas de facilitarem a travessia dos migrantes até Itália.

A AMN acrescenta que “a Polícia Marítima encontra-se, desde 16 de junho do presente ano, integrada na Operação "THEMIS" da Agência FRONTEX, nesta que é a sua quinta participação, e tem como missão controlar e vigiar as fronteiras marítimas italianas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda costeira europeia”.

“Desde 2017, ano em que iniciou a participação na Operação "THEMIS", a Polícia Marítima já realizou mais de 500 missões.”, sublinha a nota.