Vida

Meghan Markle e Harry ponderaram revelar quem fez comentários racistas sobre Archie

A duquesa de Sussex considerou, no entanto, que revelar o autor dos comentários seria “demasiado prejudicial”.


Meghan Markle e o príncipe Harry ponderaram revelar quem teceu comentários racistas acerca da cor de pele do filho Archie na polémica entrevista a Oprah Winfrey. No entanto, a duquesa de Sussex acabou por considerar que contar os detalhes seria “demasiado prejudicial”.

A informação foi revelada numa versão atualizada da biografia ‘Finding Freedom’, de Omid Scobie e Carolyn Durant, a que o Page Six teve acesso. Os autores afirmam que o casal considerou “partilhar este detalhe” na entrevista, mas Meghan Markle terá dito a Oprah Winfrey que “seria demasiado demasiado prejudicial” para a realeza.

Recorde-se que a ex-atriz revelou na entrevista com Oprah que um membro da realeza questionou “o quão escura” seria a pele de Archie, mas recusou revelar a identidade do autor dos comentários.

“Nunca vou partilhar essa conversa, mas na altura foi constrangedor. Fiquei um bocado chocado”, acrescentou Harry, sublinhando que não tinha sido a Rainha Isabel II ou o Príncipe Philip.

Os autores da biografia revelam ainda que os alegados comentários terão ameaçado a reputação da família real em todo o mundo. “Há uma sensação que se ignorarem a situação, ela irá desaparecer. Mas eles [a família real] já não deviam ter apreendido que isso nunca acontece?”, disse fonte do Palácio de Buckingham aos autores da biografia.