Vinagrete

Ventura covídico

Ainda há pouco tempo o ouvimos sugerir que uma posição oficial favorável às vacinas e contra ele podia ter motivações políticas. Pelos vistos não era assim.


Infelizmente, a questão da vacinação tornou-se demasiado ideológica: estão contra ela os partidos estalinistas e a extrema-direita, e são favoráveis os mais moderados de esquerda ou direita.

Agora foi André Ventura que ficou alegadamente 'covídico', ele que andava entre cá e lá, só a querer o melhor dos 2 mundos, e embora não favorável à vacina, sem o dizer nunca (porque parece que os portugueses, nisto como noutras coisas, são mais 'espertalhocos' do que os políticos muito ideológicos). É certo que nunca o ouvimos bradar seriamente contra a vacinação, mas pelos vistos ainda não tinha feito nenhuma toma, apesar de já estar na idade em que os serviços solicitaram encarecidamente presença. Ainda há pouco tempo o ouvimos sugerir que uma posição oficial favorável às vacinas e contra ele podia ter motivações políticas. Pelos vistos não era assim.

No entanto, nos EUA, no Alabama, apesar de milhares de mortos sem vacinação, os trumpistas querem receber de armas na mão gente de Biden que queira esclarecê-los sobre a vacinação. Sobretudo, não querem esclarecimentos. Querem só ideologia. E assim Trump chegou a Presidente dos EUA.