Economia

Levantamento das restrições ajuda à recuperação da confiança dos consumidores e clima económico

Dados relativos ao mês de agosto foram divulgados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).


Depois de terem caído no mês de julho, a confiança dos consumidores e o indicador de clima económico apresentaram uma recuperação no mês de agosto, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

“Os indicadores de confiança dos consumidores e setoriais situam-se acima dos níveis observados no início da pandemia (março de 2020)”, avança o gabinete de estatística.

O INE explica que o indicador da confiança dos consumidores tinha “aumentado significativamente entre março e maio e apenas de forma ténue em junho”, tendo caído no mês seguinte. Tendência que inverteu em agosto e que “resultou sobretudo do contributo positivo das expectativas relativas à evolução futura da situação económica do país”.

No que diz respeito ao indicador de clima económico, “os indicadores de confiança aumentaram em agosto na Construção e Obras Públicas, no Comércio e nos Serviços, sobretudo no primeiro caso, enquanto o indicador de confiança na Indústria Transformadora diminuiu nos últimos dois meses”, detalha ainda o INE.