Economia

Nova etiqueta energética para lâmpadas entra em vigor a 1 de setembro

Uma das grandes novidades é o regresso à escala de A a G, revela a ADENE.


As fontes de luz passam a ter uma nova etiqueta energética a partir desta quarta-feira, 1 de setembro, anunciou a Adene. “Quer isto dizer que a nova etiqueta energética inclui agora lâmpadas e luminárias integradas”, explica.

Mas que alterações são estas? A Adene explica: “O regresso à escala de A a G, abandonando as classes “+” que tornavam mais difícil a diferenciação entre produtos, são uma das grandes novidades da nova etiqueta energética, que passa também a incluir o código QR que permite aceder à Base de Dados de Produtos Europeia, EPREL e consultar todos os dados técnicos do produto. No caso das fontes de luz isso inclui informações sobre a cor das fontes de luz (branco quente, branco neutro, branco frio), capacidade de atenuação, vida útil média, bem como outros recursos sobre a qualidade luminotécnica, incluindo reprodução cromática e cintilação”.

Esta mudança segue-se às alterações verificadas no passado mês de março para alguns eletrodomésticos, aparelhos de refrigeração, máquinas de lavar roupa, máquinas de lavar loiça e televisores.

Para saber mais sobre esta nova etiqueta pode visitar o site https://www.novaetiquetaenergetica.pt/.