Sociedade

Grupo de homens armados barricou-se num terraço de prédio em Lisboa. PSP deteve doze pessoas

Os detidos têm um “amplo historial de crimes violentos”.


Doze homens, entre os 17 e os 38 anos, foram detidos, em flagrante delito, por “crimes contra a vida, resistência e coação sobre funcionário e posse de arma de fogo”. Os detidos têm um “amplo historial de crimes violentos”.

O grupo detido barricou-se “estrategicamente num terraço de um bairro social de Lisboa, munidos de coletes balísticos e com várias armas de fogo”, segundo explica o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP num comunicado, divulgado esta segunda-feira.

“As denúncias davam ainda conta que esta atitude, por parte dos indivíduos, se devia a confrontos e ameaças por parte de ‘rivais’ seus relativamente a negócios ilícitos de ambas as partes”, destacou a autoridade.

Na operação, a PSP apreendeu dinheiro num valor de 5.435 euros, 228 munições, 12 armas de fogo, entre as quais duas espingardas e uma arma automática, três coletes à prova de bala, cinco carregadores municiados e um silenciador artesanal.

Os homens, com um grande historial de crimes violentos, foram presentes a tribunal e ficaram sujeitos a termo de identidade e residência e alguns ainda com apresentações periódicas.