Sociedade

GNR apreende viaturas alteradas que circulavam na via pública sem condições de segurança

Foram ainda elaborados 21 autos de contraordenação. Quatro jovens com idades entre os 18 e os 24 anos foram identificados.


Quatro viaturas foram apreendidas, no domingo, pela Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Destacamento Territorial de Ovar, por terem alterações às características de origem e circularem na via pública sem reunir as devidas condições de segurança, no concelho de Estarreja.

Em comunicado, esta terça-feira divulgado, a GNR revela que os militares, no decorrer de uma ação de patrulhamento na zona industrial de Estarreja, detetaram uma concentração de cerca de 200 pessoas, que “aparentava tratar-se de uma concentração de veículos normalmente conotados à participação em corridas ilegais”.

Como tal, “foram mobilizadas as patrulhas do Destacamento Territorial de Ovar e foi levada a cabo uma ação de fiscalização rodoviária que culminou na elaboração de 21 autos de contraordenação”.

Dos autos de contraordenação, destacam-se quatro por alterações às características de origem, sendo os proprietários notificados para serem submetidos a inspeção extraordinária; três por divergência entre as características do veículo e as que se encontram registadas no documento do veículo e três por falta de inspeção periódica obrigatória.

Foram ainda identificados quatro homens com idades compreendidas entre os 18 e os 24 anos e “apreendidas quatro viaturas por alterações às características de origem e circulação na via pública em incumprimento das regras de homologação de componentes, sistemas e acessórios”.

Na nota, a GNR reitera que “procura prevenir e reprimir este tipo de fenómeno que põe em causa a segurança rodoviária de todos quantos utilizam a via pública, bem como sensibilizar para o cumprimento nas regras de homologações de veículos, componentes, sistemas ou acessórios, procurando assim que a circulação destes veículos seja realizada de forma segura e supervisionada”.