Vida

Família real temia "circo" e ficou "satisfeita" por Meghan não ir ao funeral do príncipe Philip

Novas revelações sobre a relação dos duques de Sussex com a família real britânica.


A versão atualizada da biografia ‘Finding Freedom’, de Omid Scobie e Carolyn Durant, que esta semana chegou às bancas, traz novas revelações sobre os duques de Sussex e a família real britânica, sobretudo depois da polémica entrevista a Oprah Winfrey em março deste ano. Entre estas revelações está o facto de vários membros da família real terem ficado “satisfeitos” por Meghan Markle não comparecer ao funeral do príncipe Philip, que morreu em abril, aos 99 anos.

Embora o livro não tenha tido o envolvimento de Meghan e Harry, os autores entrevistaram várias anónimas descritas como próximas do casal e da família real e adiantam que Meghan “esperava” acompanhar o marido a Londres, antes de os médicos recomendarem que não o fizesse devido à gravidez avançada. A decisão agradou à família real, que temia “um circo” e que “a duquesa fizesse um espetáculo”.

Recorde-se que o funeral do duque de Edimburgo marcou o reencontro entre Harry e a família depois da ida de Harry para os Estados Unidos e após a polémica entrevista. Segundo os autores, a ocasião ajudou a “quebrar o gelo” entre o duque de Sussex e os outros membros da família. Ainda assim, o funeral foi descrito por uma das fontes como “surreal”.