Desporto

Portugal sem Cristiano enfrenta azeris em Baku

Hoje, a partir das 17h, em Baku, Portugal tem mais um teste na estrada até ao Campeonato do Mundo de 2022. Sem Cristiano, todos os olhos estão postos no emblema das quinas.


Portugal tem hoje mais um teste na dura estrada até ao Campeonato Mundial de futebol do Qatar, que arranca no próximo ano. Depois da sofrida vitória frente à Irlanda, e de um jogo de preparação com a seleção anfitriã que deixou muitos detalhes por afinar, o emblema nacional, treinado por Fernando Santos, tem um encontro marcado no Estádio Olímpico de Baku, onde terá pela frente os azeris.

Desde já, uma grande baixa marca o plantel português para este jogo: Cristiano Ronaldo, o homem do momento, que recentemente se tornou no melhor marcador em seleções da história do futebol, não estará presente na capital do Azerbaijão, graças ao cartão amarelo que viu no passado jogo frente à Irlanda. Ainda assim, na partida de preparação frente ao Qatar, um nome sobressaiu, e poderá surpreender nas próximas partidas da seleção nacional. Otávio, jogador do FC Porto que recentemente chegou à seleção, estreou-se de quinas ao peito da melhor forma possível, marcando um dos três golos de assinatura lusitana.

E se havia dúvidas sobre se Pepe e Palhinha estariam aptos ou não para enfrentar o Azerbaijão, depois de terem falhado o jogo frente ao Qatar devido a dificuldades físicas, a sua presença nos treinos em Baku, na segunda-feira, fez desaparecer qualquer hesitação.

Hoje, a partida será apitada pelo italiano Marco Guida, que não traz boas memórias aos jogadores portugueses do FC Porto. Foi Guida que apitou, em 2019, a segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, quando os azuis e brancos foram derrotados pelo Krasnodar (2-3), acabando por ficar fora da fase de grupos da competição.

Portugal conta, à entrada neste jogo, 10 pontos no grupo A da qualificação para o Mundial de 2022, ocupando o segundo lugar na tabela classificativa do mesmo. À frente está a Sérvia, em empate pontual.

Esta fase do campeonato está ainda a meio, mas todos os pontos são cruciais para garantir que a seleção nacional não escorrega a caminho do Mundial, pouco depois de uma exibição aquém das expectativas no Europeu de 2020, onde não passou dos oitavos de final. Aliás, esta parece mesmo ser a mentalidade do técnico Fernando Santos, que fez uma assertiva previsão para o jogo de hoje, acompanhado de Rúben Dias, melhor jogador da Premier League na temporada 2020/21.

“Não nos passa pela cabeça perder pontos aqui [em Baku]”, revelou o treinador do emblema nacional, antes de pedir “ambição e determinação” aos seus jogadores. “Este apuramento vai ser disputado até à última jornada. Acho que não há dúvidas. Faltam quatro finais para as duas equipas que se candidatam à qualificação e nenhuma delas quer perder pontos”, continuou Fernando Santos, antes de recordar que o Azerbaijão “é muito bem orientado e nunca perde por mais de um golo de diferença”.

No momento da conferência de imprensa, o técnico da seleção nacional não confirmou se Pepe ou Palhinha estariam presentes no jogo em Baku, depois de terem falhado o particular frente ao Qatar, mas os jogadores da seleção nacional acabaram por fazer parte dos treinos de preparação para o jogo. Já sobre as mudanças no plantel feitas para o jogo frente ao Qatar, Fernando Santos justificou, garantindo ser “importante fazer descansar os jogadores [...] e testar todas as opções”.

O Azerbaijão, por sua vez, conta apenas um ponto conquistado, depois do empate frente à Irlanda, na mais recente jornada desta fase do campeonato. Um empate, aliás, que os irlandeses garantiram nos últimos minutos da partida, tirando da boca dos azeris aquele que já parecia ser o sabor à vitória. Frente a Portugal, a seleção treinada pelo italiano Gianni De Biasi não tem boas memórias, já que, em março deste ano, o emblema das quinas saiu vitorioso por 1-0, naquele que foi o seu primeiro jogo da qualificação para o Mundial do Qatar.

Na altura, no entanto, a partida não foi nada fácil para Portugal, cujo único golo resultou de um erro de Maksim Medvedev, que marcou na própria baliza, garantindo a vitória para o emblema nacional lusitano.

O italiano, com o seu bom humor, fez uma antevisão honesta do jogo, recordando que a seleção portuguesa não se resume a Cristiano Ronaldo, e que, portanto, mesmo com a sua ausência, será um grande desafio. Pelo meio, De Biasi também fez questão de recordar a Fernando Santos que ambos têm ainda um assunto a tratar. “Gostaria de lembrar que Fernando Santos ainda me deve uma garrafa de vinho do Porto, porque se tornou selecionador [de Portugal] graças a mim e depois foi campeão europeu [em 2016]”, recordou em tom de brincadeira o selecionador do Azerbaijão.

 

DUELOS NO GRUPO A

Destaca-se também, para hoje, o duelo entre a Irlanda e a Sérvia, ambos rivais diretos de Portugal no grupo A. Os irlandeses alcançaram, até agora, apenas um ponto, e não terão a vida facilitada frente aos sérvios, que vêm de golear por 4-1 o Luxemburgo, numa partida onde o luso-luxemburguês Gerson Rodrigues acabou expulso nos últimos minutos de jogo. O emblema de leste está no topo do grupo A, mas tem ainda muito presente a recordação da difícil vitória frente aos irlandeses, em março deste ano, por 3-2.