Sociedade

Homem com pulseira eletrónica por tentar atropelar mulher volta a ser detido após novas ameaças

Homem não cumpriu medidas de coação a que estava sujeito. 


Um homem, de 59 anos, foi detido pela GNR, esta quarta-feira, por violência doméstica, no concelho de Santo Tirso.

Num comunicado divulgado esta quinta-feira, a força de segurança revela que, no âmbito de uma investigação de violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito terá “agredido, injuriado e ameaçado de morte a vítima”, a sua esposa de 58 anos, com quem estava casado há 38.  

“No passado mês de agosto, o suspeito foi detido em flagrante por tentativa de atropelamento da vítima e seus familiares, factos que conduziram à aplicação de medidas de coação de afastamento e proibição de contacto com a vítima, por qualquer meio ou forma, controlado por pulseira eletrónica”, informa a GNR. Perante o incumprimento destas medidas, “através de ameaças e da procura constante da vítima, deixando-a num clima de pânico e levando-a a temer pela própria vida”, foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos, no dia 7 de setembro, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.