Desporto

Jérôme Boateng condenado por violência doméstica. Vai pagar mais de um milhão de euros à ex-mulher

O atual defesa do Lyon, de 33 anos, negou sempre as acusações, ao dizer que não foi violento e que não atacou a ex-mulher. 


O jogador Jérôme Boateng foi condenado por violência doméstica, esta quinta-feira, e irá pagar uma multa de 1,8 milhões de euros à mãe das suas duas filhas.

No final das audiências, os magistrados de um tribunal em Munique condenaram o atual defesa do Lyon, que esteve durante dez anos no Bayern, ao considerá-lo culpado de agredir e ferir a antiga companheira.

Boateng, de 33 anos, negou sempre as acusações, ao dizer que não foi violento e que não atacou a ex-mulher, quando foi confrontado com os relatos das várias agressões.

O episódio de violência terá acontecido no momento em que o jogador estaria em negociações com o Paris Saint-Germain e que a ex-companheira lhe teria feito um conjunto de exigências para o acompanhar até Paris.

O internacional alemão incorria numa pena máxima de cinco anos de prisão pelos incidentes ocorridos no Caribe em julho de 2018.

Futuralmente, Boateng terá a questão da custódia das suas filhas gémeas, agora com 10 anos e que vivem consigo, resolvida.