Sociedade

Jovem que matou pai em Algés fica em prisão preventiva

Jovem diz que matou o pai para proteger família de maus-tratos.


O Tribunal de Cascais colocou em prisão preventiva o jovem, de 23 anos, suspeito de matar o pai, de 63 anos, em Algés, avança o Correio da Manhã.

O suspeito não mostrou arrependimento pelo crime e justificou o sucedido com o alegado contexto de violência doméstica em que a família vivia. "Um dia [a vítima] mataria um de nós. Provavelmente a minha mãe", cita o Correio da Manhã.

Recorde-se que o jovem, estudante universitário, terá asfixiado e esfaqueado o pai, na casa de família, durante a madrugada de quinta-feira, na sequência de uma discussão. Além do pai e do filho, na casa vivia também a irmã do suspeito e a mãe.