Economia

CGD avança com emissão de dívida sustentável de 500 milhões

Caixa garantiu que esta emissão deverá ser a primeira "com estas características realizada por um banco português".


A Caixa Geral de Depósitos (CGD) avançou com o lançamento de uma emissão de dívida sénior preferencial sustentável de 500 milhões de euros, com um prazo de seis anos.

Esta emissão, destacou a Caixa, "tem a particularidade de ser sustentável", ou seja "direciona os fundos captados para o financiamento de operações de crédito dos seus clientes nos domínios ambientais e do desenvolvimento socioeconómico".

A CGD garantiu ainda esta emissão deverá ser a primeira "com estas características realizada por um banco português, e será um marco importante na concretização dos compromissos assumidos pela CGD no domínio do financiamento sustentável, criando valor para os seus clientes e reduzindo o impacto ambiental da sua atividade".

Assim, assegurou, a emissão permitirá "endereçar oito objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas que vão da eficiência energética à geração de emprego em áreas menos favorecidas".

De acordo com o banco público, "esta emissão enquadra-se no âmbito do 'framework' para o financiamento sustentável em 2021 pela CGD".

Ao abrigo deste programa, o banco pode emitir instrumentos de Financiamento Verde "cujos montantes são exclusivamente atribuídos a categorias de projetos verdes", de Financiamento Social, para projetos sociais e de Financiamento de Sustentabilidade, "cujos montantes são atribuídos tanto a categorias de projetos verdes como a categorias de projetos sociais", segundo informação publicada no 'site' da Caixa.