Sociedade

MP abre inquérito a insultos contra Ferro Rodrigues

Ferro Rodrigues foi alvo de insultos por um grupo de negacionistas, no sábado. Instauração de inquérito foi confirmada ao i pela PGR. 


O Ministério Público (MP) abriu um inquérito ao caso dos insultos proferidos contra o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues. A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou ao i, esta segunda-feira à tarde, que a instauração do inquérito teve origem na participação dos factos por parte da PSP.

Segundo a mesma fonte, o inquérito corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP)  de Lisboa.

Recorde-se que, este sábado, 11 de setembro, um grupo de negacionistas reuniu-se, sob o mote “Pelas nossas crianças – Rumo à Liberdade”, junto à Assembleia da República, tendo cercado um restaurante onde Ferro Rodrigues almoçava com a mulher.

“Pedófilo”, “assassino”; “ordinário”; “não toca na Constituição”; “ditadura, não, liberdade, sim” foram algumas das palavras e frases mais usadas pelos negacionistas. Já esta segunda-feira a PSP tinha anunciado que iria participar ao Ministério Público os insultos proferidos contra Ferro Rodrigues.