Vida

Nicki Minaj diz que não foi ao MET Gala por não estar vacinada. "Se eu me vacinar, não será pelo MET"

Apesar da sua opinião acerca das vacinas contra a covid-19, Nicki Minaj apelou aos fãs para “ficarem seguros” e usarem máscaras “com dois elásticos que prendem o rosto e a cabeça”.


A rapper Nicki Minaj incendiou as redes sociais após dizer que não foi ao MET Gala, realizado esta segunda-feira, por não estar vacinada contra a covid-19. A artista revelou ainda que está infetada com o vírus SARS-CoV-2, mas que só será imunizada com o fármaco quando fizer a sua própria pesquisa.

“Eles querem que as pessoas se vacinem para ir ao MET. Se eu me vacinar, não será pelo MET. Será quando eu sentir que pesquisei o suficiente sobre o assunto. Estou a fazer isso agora”, escreveu a cantora de 38 anos.

Apesar da sua opinião acerca das vacinas contra a covid-19, Nicki Minaj apelou aos fãs para “ficarem seguros” e usarem mascáras “com dois elásticos que prendem o rosto e a cabeça”.

As declarações da artista, consideradas polémicas e bastante criticadas pelos internautas, surgiram após os fãs terem apelado a que se vacinasse, quando a artista revelou que testou positivo à covid-19 enquanto se preparava para a gala dos MTV Video Music Awards, realizada no domingo. “Eu estava a preparar-me para os VMA’s, gravei um vídeo e adivinhem quem está com covid? Vocês sabem o que é não poder beijar e abraçar o seu bebé?”, contou, referindo-se ao seu filho de apenas oito meses.

Após as críticas, a cantora rematou: “O Drake [rapper] acabou de me contar que ficou com covid-19 (mesmo) vacinado, portanto, acalmem-se”.