Cultura

R Kelly abusou de Aaliyah antes do casamento ilegal, diz testemunha

O rapper R Kelly, na altura com 27 anos, e Aaliyah, com 15, casaram-se ilegalmente em 1994. O casamento acabou por ser anulado em 1995, seis anos antes de a cantora morrer tragicamente num acidente de aviação. Agora, R Kelly encontra-se a ser julgado por 22 crimes, incluindo exploração sexual infantil e produção de pornografia infantil.


R Kelly terá abusado sexualmente de Aaliyah antes de se casar ilegalmente com a cantora, em 1994, revelou, na segunda-feira, uma testemunha, em tribunal. De sublinhar que o rapper está a ser julgado por 22 crimes, incluindo exploração sexual infantil, produção de pornografia infantil, extorsão e obstrução da justiça.

Durante a audiência, a testemunha – uma ex-bailarina suplente da equipa de R Kelly – afirmou que viu o artista a abusar sexualmente de Aaliyah, quando esta tinha apenas 13 ou 14 anos. Segundo contou, o abuso ocorreu dentro de uma cabine de um autocarro durante uma digressão. A bailarina e uma colega decidiram pregar uma partida a R Kelly, mas quando abriu a porta da divisão, viu o “Robert [R Kelly] e a Aaliyah numa situação sexual”. “Fechou a porta rapidamente e empurrou a outra rapariga para fora da porta”, explicou.

A testemunha revelou ainda que conheceu o rapper em 1991, quando tinha apenas 14 anos, e que ambos tiveram relações sexuais quando ela era menor e ainda andava na escola. As relações sexuais eram “uma obrigação” que R Kelly impunha como forma de “pagamento de dívidas”, contou, recordando um episódio em que foi obrigada a ter relações sexuais após abandonar um hotel sem autorização do artista.

“Ele dizia-nos que tínhamos de ‘pagar as nossas dívidas’ – era um requisito para estar por perto [do mundo do espetáculo]”, contou.

Recorde-se que R Kelly e Aaliyah casaram-se ilegalmente, em 1994, quando tinham 27 e 15 anos, respetivamente. O casamento acabou por ser anulado em 1995 a pedido dos pais de Aaliyah, seis anos antes de a cantora – que era um ‘sucesso’ da música R&B – morrer tragicamente num acidente de aviação.

O ex-manager do cantor, Demetrius Smith, revelou, durante uma audiência realizada no passado mês de agosto, que subornou um funcionário da segurança social para obter uma identificação falsa para que Aaliyah se pudesse casar com o rapper.

Smith testemunhou sob um acordo de imunidade e disse que pagou 500 dólares, cerca de 420 euros, para obter um documento de identificação que alegasse que a cantora tinha 18 anos. Segundo o próprio, o casamento foi organizado pela equipa após Aaliyah ter dito que estava grávida – algo que podia levar à prisão de R Kelly.

“Eu ainda lhe disse que ele não podia casar com ela e que ela era demasiado nova”, revelou. Mas R Kelly acreditava que se casasse com a jovem, esta não podia testemunhar em tribunal contra ele, caso existisse uma denúncia de abuso de menores.

O cantor, de 54 anos, está acusado de 22 crimes, incluindo exploração sexual infantil, produção de pornografia infantil, extorsão e obstrução da justiça. Durante anos, liderou uma empresa composta por gerentes, guarda-costas e outros funcionários que o ajudaram a recrutar mulheres e jovens para relações sexuais.