Vida

Príncipe André quer voltar a casar-se com Sarah Ferguson

Duques de Iorque têm sido inseparáveis no último ano. 


No meio de denúncias de abuso sexual, o príncipe André parece não ver a sua vida amorosa afetada e pode mesmo estar perto de se reconciliar com a ex-mulher, Sarah Ferguson. Segundo a revista Vanity Fair, que cita fontes próximas da realeza britânica, o ex-casal poderá voltar a casar.

Divorciados há 25 anos, Sarah Ferguson e o príncipe André, pais das princesas Beatrice e Eugenie, conseguiram manter ao longo dos anos uma amizade próxima e, desde o início da pandemia, terão mesmo voltado a viver juntos.  Agora, o príncipe poderá ter um anúncio preparado para o futuro. Segundo as fontes citadas pela Vanity Fair, André está ansioso por se casar novamente e refazer a sua vida.

“Sarah e André estiveram mais próximos do que nunca no ano passado”, disse uma fonte. “Eles ainda se amam e preocupam-se muito e viveram juntos durante a pandemia. Isso reacendeu algo e posso ver um segundo casamento a acontecer se tudo correr ao jeito do André”, acrescentou.

Sublinhe-se que Sarah Ferguson foi um dos apoios de André, sobretudo desde que este se afastou da Coroa, ao ver o seu nome envolvido no escândalo sexual de Jeffrey Epstein.

Além disso, Sarah parece não estar só próxima de André, como também da Rainha – o que se comprova com a sua visita a Balmoral no passado mês de agosto.

Recorde-se que também no passado mês, Virginia Roberts Giuffre processou em tribunal o príncipe acusando-o de abusos sexuais, quando tinha apenas 17 anos.

Confrontado com a acusação específica de Virginia Giuffre, André disse "não ter memória" de a ter conhecido e apontou "uma série de coisas erradas" no testemunho da mulher sobre o alegado encontro entre os dois em 2001.

Sarah e o príncipe André casaram em 1986 e divorciaram-se 10 anos depois.