Sociedade

Falso cliente viola e tenta matar agente imobiliária durante visita a uma casa em Torres Vedras

O agora detido fingiu que tinha interesse no imóvel e após duas visitas anteriores, nos dias 9 e 12 de setembro, “atacou a vítima” aproveitando-se “da circunstância de estar sozinho com ela” e, “usando extrema violência”, deferiu-lhe “múltiplas e graves lesões, através do uso de uma navalha”.


Um jovem de 25 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por ter violado e tentado matar uma agente imobiliária durante uma visita a um imóvel, na região de Torres Vedras. O jovem é suspeito da “prática de um crime de violação, de um crime de homicídio, na forma tentada, e de um crime de detenção de arma proibida”.

Em comunicado, esta quarta-feira divulgado, a PJ revela que os crimes, “geradores de enorme alarme social e que vitimaram uma mulher, com 33 anos”, ocorreram no início da noite da passada segunda-feira, na sequência de uma visita a um imóvel, cuja venda a vítima intermediava.

O agora detido fingiu que tinha interesse no imóvel e após duas visitas anteriores, nos dias 9 e 12 de setembro, “atacou a vítima” aproveitando-se “da circunstância de estar sozinho com ela” e, “usando extrema violência”, deferiu-lhe “múltiplas e graves lesões, através do uso de uma navalha”.

“As diligências policiais que, pela sua natureza urgente, desde logo foram realizadas pela Polícia Judiciária, permitiram a recolha de consistentes elementos probatórios, através dos quais se logrou a forte indiciação do suspeito e sua sequente detenção fora de flagrante delito, para além da apreensão da arma branca utilizada na prática dos ilícitos descritos”, acrescenta a PJ.

O detido será, esta quarta-feira, presente a primeiro interrogatório judicial, visando a aplicação de medidas de coação julgadas adequadas. A investigação desenvolvida contou ainda com a “prestimosa colaboração” da GNR de Torres Vedras.