Sociedade

Homem detido por violar vizinha com deficiência cognitiva em Espinho

Levou-a para uma zona erma e submeteu-a a práticas sexuais violentas.


Um homem de 52 anos foi detido em Espinho, no distrito de Aveiro, por suspeitas de ter violado, no domingo, uma vizinha portadora de deficiência cognitiva, anunciou esta quarta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

"O arguido, fazendo uso da sua experiência de vida e ascendente sobre uma mulher, aproveitando-se do facto de a vítima ser portadora de deficiência cognitiva, convenceu-a afastar-se de casa e levou-a para uma zona erma, onde decidiu submetê-la a práticas sexuais, com violência", lê-se no comunicado da PJ.

As diligências levadas a cabo pelas autoridades permitiram “recolher indícios seguros da prática dos referidos crimes e respetiva autoria”, levando assim à detenção

O detido, sem antecedentes criminais, será hoje presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.