Sociedade

Portugal sem concelhos em risco extremo de Covid-19 pela primeira vez em dois meses

Há vinte concelhos com zero casos de infeção.


O país não tem, pela primeira vez em mais de dois meses, ter concelhos em risco extremo de infeção pelo vírus SARS-CoV, ou seja com uma incidência cumulativa a 14 dias acima dos 960 casos de infeção por 100 mil habitantes, segundo a DGS, que atualizou, esta sexta-feira os dados epidemiológicos por município.

Sublinhe-se que desde o dia 2 de julho que Portugal não tinha concelhos fora deste nível de risco, na última atualização Albufeira (agora com 708) e Montalegre (com 642) registavam uma incidência acima do limite, mas atualmente o patamar de risco baixou de extremo para muito elevado.

Além destes dois concelhos, também Portimão (491), São Brás de Alportel (569), Barrancos (739), Boticas (487), Celorico da Beira (822) e Penela (575) estão com risco muito elevado.

Entre os 240 e os 479,9 casos por 100 mil habitantes a 14 dias existem 37 concelhos, no patamar abaixo - entre os 120 e os 239,9 casos por 100 mil habitantes - estão 113 concelhos.

De acordo com os dados da DGS, há ainda que destacar os vinte concelhos com zero casos de infeção.

Consulte na íntegra o boletim com a informação detalhada dos concelhos.