Sociedade

Certificados de vacinação de países de fora da UE passam a ser válidos para entrar em Portugal

Medida aplica-se a quem tenha sido imunizado com vacinas aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento nos países que também aceitem o certificado digital emitido em Portugal.

 


Os certificados de vacinação contra a covid-19 emitidos por países que não pertencem à União Europeia (UE) vão passar a ser válidos para entrar em Portugal, anunciou, este sábado o Governo.

A medida aplica-se a quem tenha sido imunizado com vacinas aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento - Janssen, AstraZeneca, Moderna e Pfizer – nos países que também aceitem o certificado digital emitido em Portugal.

Nestes casos, “deixa de ser exigida a apresentação de teste com resultado negativo no momento do embarque ou na entrada em território nacional dos cidadãos oriundos desses países, que passam também a estar dispensados de cumprir quarentena quando esta seja aplicável em função da respetiva origem”, lê-se numa nota do Ministério da Administração Interna.

As mudanças foram publicadas, na sexta-feira, em Diário da República e são válidas a partir das 23h59 de 30 de setembro.