Economia

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

É a primeira vez, desde 2006, em que não se regista uma subida do desemprego registado de julho para agosto.


O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair em agosto, pelo quinto mês consecutivo. No final do mês passado, estavam registados nos serviços de emprego do continente e das regiões autónomas 368.404 pessoas desempregadas, menos 10%, em termos homólogos, e menos 0,1%, em comparação com o mês anterior, segundo os dados divulgados esta segunda-feira.

De acordo o Ministério do Trabalho, esta é também "a primeira vez, desde 2006, em que não se regista uma subida do desemprego registado de julho para agosto“.

A nível regional, o desemprego registado caiu em todas as regiões, em termos homólogos, mas em particular no Algarve, — onde desceu 19,9% —, este recuo é particularmente relevante, uma vez que, ao longo da crise pandémica, esta região tem sido das mais afetadas. 

Já relativamente a julho de 2021, “foram as regiões do Algarve e da Madeira que registaram decréscimos mais significativos do desemprego registado, respetivamente -8,7% e -6,7%”, destaca o IEFP.

Em termos setoriais, o “desemprego oriundo do setor do alojamento e restauração diminuiu 4,4% em cadeia e 19,9% em termos homólogos“.