Sociedade

Internamentos descem pelo segundo dia consecutivo. Incidência continua em queda e Rt mantém-se

Incidência continua a descer a pique e o país está cada vez mais perto da zona verde da matriz de risco. Nas últimas 24 horas, Lisboa e Vale do Tejo registou mais novos casos e a maior parte dos óbitos asscoiados à covid-19. O número de doentes com o vírus nos hospitais portugueses desceu. 


Portugal registou, nas últimas 24 horas, 891 novos casos de covid-19 e oito óbitos associados à doença, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta quarta-feira. No total, desde o início da pandemia, Portugal já diagnosticou 1.063.991 casos de infeção, dos quais há a lamentar 17.933 vítimas mortais.

A maior parte dos novos casos foram registados em Lisboa e Vale do Tejo: 323 do total de 891. Segue-se o Norte, onde foram diagnosticadas mais 290 infeções, o Centro com 111, o Algarve com 99 e o Alentejo com 46. No arquipélago da Madeira há mais 13 infetados e no dos Açores mais nove.

Quatro das oito mortes ocorridas devido à covid-19 nas últimas 24 horas ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, duas no Algarve, uma no Alentejo e uma no Centro.

O número de internados desceu pelo segundo dia consecutivo e há agora 426 pessoas com covid-19 internadas nos hospitais portugueses, menos 29 do que ontem. Destas, 78 estão em Unidades de Cuidados Intensivos – exatamente as mesma do que no último balanço.

Por outro lado, mais 1.212 pessoas recuperaram da doença, elevando para 1.013.789 o total de recuperados desde o início da pandemia.

Há agora 32.269 casos ativos no país, menos 329 do que ontem, e as autoridades de saúde têm 28.466 contactos sob vigilância.

Também os valores da incidência e do rácio de transmissibilidade (RT) foram atualizados esta quarta-feira e mostram que o país continua a caminho do regresso à zona verde da matriz de risco. Portugal tem uma incidência de 137,4 casos de infeção por 10 mil habitantes nos últimos 14 dias. Na última atualização, feita segunda-feira, era de 149,1 casos por 100 mil habitantes. Quando considerado apenas o território continental a incidência é de 140,1 e era de 152,4. Já o RT não sofreu qualquer alteração face à ultima atualização - é de 0,82 a nível nacional e, quando analisado apenas o continente, é de 0,81.

Consulte aqui o boletim na íntegra.