Sociedade

Detido por violência doméstica tinha várias armas na sua posse

O homem, de 57 anos, exercia “reiteradamente violência psicológica sobre a vítima, sua companheira de 48 anos”.


Um homem de 57 anos foi detido, na terça-feira, por violência doméstica, no concelho da Covilhã. Na posse do detido foram encontradas várias armas, três das quais proibidas.

Em comunicado, esta quarta-feira divulgado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) revela que “no âmbito de uma investigação por violência doméstica”, os militares “apuraram que o agressor exercia reiteradamente violência psicológica sobre a vítima, sua companheira de 48 anos, proferindo ameaças de morte com recurso a armas de fogo e ofensas verbais”.

As agressões pioraram “nos episódios mais recentes”, devido ao abusivo consumo de álcool.

A GNR deu cumprimento a dois mandados: um de detenção e outro de busca domiciliária. Foram apreendidas três armas proibidas (uma catana, uma faca de borboleta e uma faca de ponta e mola), três armas de ornamentação, duas armas de ar comprimido e uma soqueira.

Perante o escalar de violência o suspeito foi detido, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial da Covilhã.