Sociedade

Marcelo volta a apelar ao "multilateralismo" e sublinha que é preciso evitar o "salve-se quem puder"

O Presidente da República considera que é possível encontrar "mensagens de abertura ao multilateralismo" no discurso que o Presidente norte-americano, Joe Biden, fez.


O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, voltou a apelar, esta quarta-feira, ao multilateralismo e sublinhou que é preciso evitar "o regressar ao unilateralismo, o salve-se quem puder", com o qual "perdem todos".

Em Nova Iorque, onde na terça-feira discursou na 76.ª Assembleia Geral das Nações Unidas, Marcelo foi questionado pelos jornalistas sobre a atual administração dos Estados Unidos, considerando que é possível encontrar "mensagens de abertura ao multilateralismo" no discurso que o Presidente norte-americano, Joe Biden, fez.

"Essas mensagens esperamos nós que estejam presentes na atuação da administração nos próximos anos, porque o papel norte-americano é fundamental para que o multilateralismo vá em frente", acrescentou.

“É preciso que todas mantenham essa disponibilidade, para além dos episódios de cada instante”, sublinhou.