Desporto

Espanha. Koeman sem paciência na ida a Cádiz

Depois de dois desastrosos resultados, o confronto entre Barcelona e Cádiz, hoje, será definidor sobre o futuro de Ronald Koeman aos comandos do emblema blaugrana.


A vida não está nada fácil para Ronald Koeman, técnico do Barcelona, que ficou com a corda ao pescoço depois de empatar a uma bola, na mais recente jornada da liga espanhola, frente ao Granada. Um resultado longe do expectável para os interestelares do Barcelona, que perderam recentemente a sua maior estrela, o craque argentino Lionel Messi.

O empate frente ao Granada aconteceu apenas dias depois de o Barcelona ter protagonizado um outro momento desastroso na sua história. A contar para a Liga dos Campeões, na semana passada, os blaugrana receberam o Bayern de Munique, em Camp Nou, e acabaram derrotados por 3-0.

A posição de Ronald Koeman como treinador do Barcelona há muito que vem sendo discutida, entre críticas e trocas de comentários com o próprio presidente do clube, Joan Laporta, e a antevisão do jogo frente ao Cádiz ilustrou a tensão que se sente no ar entre estas duas figuras. O técnico holandês não aceitou perguntas dos jornalistas, limitando-se a ler um comunicado que falava da delicada situação financeira do clube, pedindo “paciência”, e mostrando-se pouco agradado com a pressão de que tem sido alvo. “Na Liga dos Campeões, não se podem esperar milagres”, disparou o técnico, em alusão às críticas que lhe foram feitas após a derrota com o Bayern.

Agora, depois do empate a uma bola frente ao Granada, Koeman tem de apostar todas as suas fichas no confronto entre Barcelona e Cádiz, na pequena cidade a sul do país, que se joga hoje. Em qualquer momento, os blaugrana seriam favoritos para este confronto, já que o Cádiz não tem mostrado estar na sua melhor forma, mas, tomando em conta os últimos resultados do Barcelona, tudo fica em aberto, e Ronald Koeman é o homem do momento.

Mourinho à procura do regresso A AS Roma, agora treinada por José Mourinho, começou o campeonato italiano da melhor forma possível. Em três jogos, os romanos venceram 9 pontos, e tudo era um início perfeito. Na última jornada, no entanto, a equipa orientada por Mourinho acabou por ceder frente ao Verona, na cidade nortenha homónima, por 3-2.

Hoje, os giallorossi vão enfrentar a Udinese, na capital italiana, num jogo que poderá servir para que os romanos voltem ao caminho idílico que começaram nos primeiros jogos da temporada, ou para que continue a perda de pontos iniciada na jornada anterior.

Engenharia alemã Na Bundesliga, o destaque vai para o confronto entre Greuther Fürth e Bayern de Munique, na sexta-feira, onde os bávaros poderão dar continuidade a uma sequência de goleadas e resultados positivos. Em cinco jogos na liga alemã, o Bayern venceu quatro e empatou um, marcando um total, até agora, de 20 golos, sofrendo apenas 4.