Internacional

Estudantes norte-americanos criaram petição a pedir regresso da escravatura

O caso gerou revolta entre a comunidade escolar. 


Um grupo de alunos, de uma escola no estado norte-americano do Missouri, criou uma petição a pedir o regresso da escravatura.

De acordo com a Associated Press, a petição online foi criada durante a semana passada por um número indefinido de alunos da Escola Secundária Park Hill South, em Kansas City. Por se tratar de um “incidente disciplinar”, não foram revelados mais detalhes sobre o sucedido, nomeadamente o que motivou a ação ou a linguagem utilizada.

Numa carta dirigida à comunidade, na quarta-feira, Jeanette Cowherd, diretora do distrito escolar de Park Hill, esclareceu que a escola não tolera a discriminação ou assédio e que será tomada uma atitude contra quem quebrar a política da escola, que desautoriza ataques devido à raça, sexo, religião ou deficiência.

Já Kerrie Herren, diretora da escola em questão, disse que foi alertada para a petição por um aluno e que esta não reflete o pensamento da maior parte dos estudantes.

“Acho que uma grande parte da nossa comunidade escolar está magoada, zangada, indignada e confusa e quer aproveitar este incidente para tornar Park Hill South melhor”, afirmou. “Não é isto que queremos para Park Hill South. As diferenças tornam-nos mais fortes. Não toleramos a discriminação nem o assédio”, garantiu.

Face ao sucedido, a escola tem promovido o diálogo e está a tentar perceber o que levou à criação da petição.

Sublinhe-se que o distrito escolar de Park Hill tem 11.767 alunos. Destes, 12,7% são afro-americanos.