Politica

Freguesia em Guimarães terá novas eleições após tribunal considerar "nulo" voto que ditou desempate

Segundo a contagem inicial, PS venceu as eleições na União de Freguesias de Sande Vila Nova e Sande São Clemente com 893 votos, mais um do que a coligação Juntos por Guimarães (PSD/CDS-PP).


Os eleitores da União de Freguesias de Sande Vila Nova e Sande São Clemente terão de voltar a deslocar-se às mesas de voto, anunciaram, esta quarta-feira, as candidaturas à autarquia. Em causa está o facto de o tribunal ter considerado “nulo” um voto previamente válido e que ditava o desempate entre duas candidaturas.

Segundo a contagem, o Partido Socialista venceu as eleições com 893 votos (44,90%), mais um voto do que a coligação Juntos por Guimarães (PSD/CDS-PP).

"Após validação de um voto nulo pelo tribunal, foi decretado um empate na votação. Deste modo, o ato eleitoral será repetido. Brevemente anunciaremos a data", lê-se na página Facebook da lista do PS, encabeçada por Lucinda Oliveira.

Também a candidatura ‘Juntos por Guimarães’ avançou com o anúncio na rede social. "Após a realização do apuramento geral de resultados, e a verificação de incongruências no apuramento dos votos, o Tribunal de Guimarães determinou a repetição das eleições para a Assembleia de Freguesia na União de Freguesias de Sande Vila Nova e Sande São Clemente. Divulgaremos, a seu tempo, mais informações sobre estas novas eleições", afirmou a lista liderada por Tiago Rodrigues.

A freguesia tem 3.202 eleitores inscritos, 1.989 dos quais se deslocaram às urnas no passado domingo.