Vinagrete

Erros das sondagens?

O que se passa, é que as pessoas com políticas muito vincadas à esquerda ou à direita raramente se abstêm, o que já não acontece com o Centro, onde Medina e Moreira iam buscar muitos votos.


por Pedro d'Anunciação

Ter-se-ão as sondagens enganado nas últimas autárquicas? Não me parece. Davam antes das eleições vitórias folgadas a Fernando Medina, em Lisboa, e a Rui Moreira no Porto. Vou-me fixar sobretudo na de Medina em Lisboa, pelo efeito quer teve, embora as razões do Porto devam ser muito parecidas. Parece-me que as sondagens acertaram sempre: quando antes davam uma vitória folgada a Medina, e quando à boca das urnas indicaram um empate técnico, com ligeira vantagem de Moedas.

Foi isso mesmo que aconteceu. Vi numa TV um senhor de Arroios a dizer que tinha ido votar no PSD, por estar zangado com a sua Junta de Freguesia (socialista), e não esperar a vitória de Moedas.

O que se passa, é que as pessoas com políticas muito vincadas à esquerda ou à direita raramente se abstêm, o que já não acontece com o Centro, onde Medina e Moreira iam buscar muitos votos. Sobretudo quando as sondagens os deixavam mais descansado.

O que se passa é que Moedas fez uma campanha má, provavelmente por falta de jeito, mas deve ser um presidente de Câmara comparável a Medina, e acabará por isso por não deixar ninguém enfastiado. Por outro lado, o Centro gostará de ver Rio reivindicar louros pela vitória. Não se sabe é se Moedas conseguirá governar sem o apoio do PS de Medina, porque os outros vereadores (2 do PCP e 1 do BE) preferirão não o apoiar. E ele, com a sua magra vitória (incompreensível, pela amplidão da sua coligação), ficou com tantos vereadores como o PS.