Economia

Moratórias caem 500 milhões de euros em agosto

Maioria das moratórias de crédito chega hoje ao fim.


O montante global de empréstimos abrangidos por moratórias no final de agosto era de 36,3 mil milhões de euros, menos 500 milhões do que em julho, segundo dados do Banco de Portugal (BdP), divulgados esta quinta-feira.

“No final de agosto de 2021, o montante global de empréstimos abrangidos por moratórias era de 36,3 mil milhões de euros, menos 0,5 mil milhões do que em julho”, adiantou o supervisor bancário.

A queda no valor deve-se às reduções de 300 milhões de euros nos empréstimos concedidos a sociedades não financeiras e de 100 milhões de euros nos empréstimos aos particulares.

“Os empréstimos das sociedades não financeiras em moratória totalizavam 21,5 mil milhões de euros no final de agosto. A redução foi transversal a todos os setores de atividade, destacando-se o decréscimo de 0,1 mil milhões de euros nas indústrias transformadoras”, revela ainda o BdP.

Sublinhe-se que a maioria das moratórias de crédito chega hoje ao fim, ou seja quem recorreu a este beneficio tem de retomar o pagamento das prestações dos empréstimos a partir de outubro, designadamente créditos à habitação.