Sociedade

Hospitais portugueses cada vez com menos camas ocupadas por doentes covid

Há agora 366 pessoas internadas com covid-19, das quais 66 estão nas UCI. A região Centro registou o maior número de mortes nas últimas 24 horas. 


Portugal registou, nas últimas 24 horas, 749 novos casos de covid-19 e sete óbitos associados à doença, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta quinta-feira. Os hospitais têm cada vez menos internados com sintomas do vírus e a região Centro registou o maior número de mortes deste boletim.

A maior parte dos novos casos foram registados em Lisboa e Vale do Tejo: 276 do total de 749. Segue-se o Norte, onde foram diagnosticadas mais 214 infeções, o Centro com 121, o Algarve com 69 e o Alentejo com 41. No arquipélago dos Açores há mais 10 infetados e no da Madeira mais 18.

Três das sete mortes associadas à doença ocorridas nas últimas 24 horas ocorreram no Centro, outras duas no Norte, uma em Lisboa e Vale do Tejo e outra no Alentejo.

O número de internados continua a diminuir e há agora 366 pessoas com covid-19 internadas nos hospitais portugueses, menos 20 do que ontem. Nos cuidados intensivos encontram-se 66 doentes com covid-19, menos duas do que no balanço anterior.

Portugal já diagnosticou 1.069.279 casos de infeção, dos quais há a lamentar 17.975 vítimas mortais. Do total dos casos confirmados, 30.611 estão ativos e cerca de 27.353 pessoas estão sob vigilância da DGS.

Os valores da incidência e do rácio de transmissibilidade (RT) foram atualizados ontem.

A incidência nacional por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias é de 105,6 e em relação ao território continental é de 107,3.

Já o RT é de 0,87 a nível nacional e quando analisado apenas o continente é também de 0,87.

Consulte o boletim na íntegra.