Internacional

Supremo pede entrega de Puigdemont

O pedido defende que Puigdemont não beneficia neste momento de imunidade parlamentar como membro do Parlamento Europeu.


O Supremo Tribunal espanhol pediu à Justiça italiana que permita a “entrega imediata” do independentista catalão Carles Puigdemont que, a 4 de outubro, vai ser ouvido num tribunal na Sardenha que terá de decidir sobre a questão.

O pedido defende que Puigdemont não beneficia neste momento de imunidade parlamentar como membro do Parlamento Europeu e que continua em vigor o mandado de captura europeu contra o ex-presidente catalão fugido à Justiça espanhola.

A viver na Bélgica desde 2017, para escapar às acusações da Justiça espanhola, Carles Puigdemont, de 58 anos, foi detido na quinta-feira da semana passada, na sequência de um mandado de captura internacional, ao chegar ao aeroporto de Alghero na Sardenha, onde ia participar no festival catalão Adifolk.

Seria libertado no dia seguinte, tendo sido autorizado a sair do território italiano após ter assegurado que regressaria à Sardenha para comparecer à audiência de extradição, o que vai acontecer a 4 de outubro (próxima segunda-feira).