Politica

Vice-provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa bate com a porta

Divergências com Edmundo Martinho foram as razões invocadas por João Pedro Correia para bater com a porta na Santa Casa da Misericória de Lisboa (SCML).


O pedido de demissão da vice-provedoria e de todos os cargos que ocupava por inerência foi apresentado pelo próprio na última reunião da Mesa (administração) da SCML, na quinta-feira.

O Nascer do SOL sabe que João Pedro Correia não especificou na reunião quais as divergências com o provedor Edmundo Martinho que o levaram a tomar decisão tão radical.

E apurou igualmente que João Pedro Correia falou imediatamente antes da reunião da Mesa com a ministra da tutela, Ana Mendes Godinho, informando-a da sua decisão.

Além da vice-provedoria da SCML, João Pedro Correia deixa a administração da empresa de jogos online e da empresa internacional de jogos detidas pela pela SantaCasa.

Antigo deputado do PS e chefe de gabinete de Teixeira dos Santos no Governo de José Sócrates e de Vieira da Silva nos Governo de António Costa, Correia ocupava o cargo de vice-provedor da SCML desde novembro de 2017.