Internacional

Suécia suspende administração da vacina Moderna em pessoas com menos de 30 anos

Em causa está o risco de inflamação do coração após a toma da segunda dose. 


A autoridade de saúde pública sueca suspendeu “por precaução” a administração da vacina contra a covid-19 da Moderna em pessoas com menos de 30 anos.

A decisão foi tomada "após sinais de maior risco de efeitos secundários, como inflamação do miocárdio e pericárdio", lê.se num comunicado das autoridades sanitárias.

O risco de inflamação do coração é maior com a toma da segunda dose e no sexo masculino. Porém, “o risco de ocorrer é mínimo, sendo um efeito colateral muito raro", salientou a autoridade de saúde pública.

"A miocardite e a pericardite costumam passar sozinhas, sem causar problemas duradouros, mas os sintomas devem ser avaliados por um médico", reforçou na mesma nota.

Cerca de 81 mil pessoas com menos de 30 anos já receberam a primeira dose da vacina Moderna, ficando por agora com a administração da segunda dose interrompida.

Recorde-se que a Agência Europeia de Medicamentos autorizou, em julho, a inoculação da vacina norte-americana Moderna em crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos.