Cultura

Richie Faulkner, dos Judas Priest, sofre um aneurisma em palco

Durante uma apresentação no festival Louder Than Life, a aorta de Richie Faulkner "rompeu-se e começou a derramar sangue na cavidade torácica".

 


Richie Faulkner, guitarrista do Judas Priest, detalhou as circunstâncias que o levaram ao hospital no dia 27 de setembro. Na semana passada, a banda adiou os shows restantes da turnê de aniversário, 50 Heavy Metals Years Tour, nos Estados Unidos após uma apresentação no festival Louder Than Life em Louisville.

O músico, de 41 anos, foi hospitalizado e encontra-se agora a recuperar. O incidente no festival Louder Than Life.

Em declarações à Rolling Stone, Faulkner explicou que a sua aorta se rompeu e começou a derramar sangue na cavidade torácica". O músico adiantou ainda que esta situação médica "surgiu do nada", já que não possui qualquer histórico de "problemas cardíacos, artérias entupidas ou colesterol alto".

"Daquilo que me foi dito, as pessoas que sofrem algo assim geralmente não chegam vivas ao hospital", continuou. "Substituíram cinco partes do meu peito por componentes mecânicos. Sou agora literalmente feito de metal".

"Podia ter tudo acabado de forma tão diferente. Se o concerto fosse mais do que uma hora, teria eu tocado até cair no chão?", refletiu o artista. 

O guitarrista disse ainda estar "grato" por ainda estar vivo, agradecendo aos "amigos, à família, à banda fantástica, à equipa e aos agentes" e, claro, aos fãs. "Assim que possa voltar ao ativo, serão os primeiros a saber", garantiu.