Economia

Dielmar. Propostas vão ser analisadas no dia 26

A assembleia de credores da Dielmar decidiu suspender os trabalhos até 26 de outubro.


A assembleia de credores da Dielmar decidiu dar mais 15 dias para que as propostas e manifestações de interesse na empresa possam ser consolidadas e, por isso, volta a reunir no próximo dia 26.

A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira na sessão no Tribunal do Fundão, onde foram colocadas em cima da mesa duas possibilidades: ou se avança para o encerramento definitivo da empresa e liquidação dos bens ou o adiamento de uma decisão para que as propostas pudessem ser fortalecidas, tendo sido esta última hipótese a mais votada.

Segundo a Lusa, o administrador de insolvência, João Gonçalves, disse que existem duas propostas formais e mais duas manifestações de interesse, mas que todas precisam de ser consubstanciadas ao nível do modelo de financiamento.

No final da reunião, a presidente do Sindicato Têxtil da Beira Baixa, Marisa Tavares, mostrou-se preocupada com os postos de trabalho e voltou a apelar para que o Ministério da Economia assuma a “responsabilidade acrescida sobre este processo”, tomando “as medidas necessárias para que a empresa e os postos de trabalho sejam salvaguardados”. 

Preocupação partilhada por Justina Lopes, representante dos trabalhadores. “Fiquei com uma esperança, mas a esperança não governa ninguém e fiquei muito preocupada porque este mês ninguém nos garante os salários”, disse.