Vida

Playboy faz história e coloca pela primeira vez homem gay na capa

Fotografado por Brian Ziff, o jovem surge na capa de forma ousada: com uma lingerie preta e com as famosas orelhas do coelhinho da Playboy.


Nasceu em 1998 nas Filipinas e tornou-se conhecido em todo o mundo em 2015, após um vídeo seu sobre maquilhagem se ter tornado viral. Agora, aos 23 anos e com mais de 17 milhões de seguidores no Instagram, Bretman Rock é o terceiro homem a 'fazer' a capa da Playboy – depois do fundador Hugh Hefner e do rapper porto-riquenho Bad Bunny, em agosto de 2020 – e o primeiro gay assumido a fazê-lo.

Fotografado por Brian Ziff, o jovem surge na capa de forma ousada: com uma lingerie preta e com as famosas orelhas do coelhinho da Playboy.

“Para a Playboy, ter um homem na capa é um grande compromisso para com a comunidade LGBT. É tudo tão surreal”, confessou o influencer filipino. "Um total 'isto está mesmo a acontecer agora?'. E estou tão bonito!".

Apesar de ser o primeiro homem a vestir o fato das ‘coelhinhas’ numa capa da revista fundada em 1953, houve outros que já o fizeram, embora com menos destaque e de forma mais discreta. Steve Martin foi o primeiro, em janeiro de 1980, e seguiram-lhe as pisadas Ezra Miller, Paul Rudd, Johnny Carson, Burt Reynolds e Flip Wilson.