Sociedade

Detidos em Oeiras por posse de arma e condução sob influência de álcool

Os factos ocorreram no passado sábado.


Foram detidos no passado sábado dois homens, de 25 e 48 anos, pelo Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (PSP), através da Divisão Policial de Oeiras, por suspeitas da prático do crime de posse de arma de fogo e condução de veículo a motor com uma Taxa de Álcool no Sangue (TAS) superior a 1,2 g/l, respetivamente.

De acordo com um comunicado, no passado sábado, pelas 23h, na freguesia de Porto Salvo, "no decorrer da alão policial", os polícias "ouviram um som idêntico ao produzido pelo disparo de uma arma de fogo, proveniente de uns terrenos baldios, tendo de imediato se deslocado para o local e intercetado uma viatura em movimento com dois ocupantes".

Após verificarem que as suspeitas "recaíam sobre os ocupantes" da viatura, os agentes iniciaram uma ação de fiscalização, "verificando-se que o passageiro tinha na sua posse uma arma de fogo -  espingarda - sem ser titular da respetiva licença de uso e porte de arma de fogo e dez munições", tendo estas sido apreendidas.

Por seu lado, após ser submetido a um teste de despistagem de álcool no sangue, percebeu-se que o condutor se "encontrava a exercer a condução de veiculo motorizado com uma taxa de álcool no sangue superior a 1,2 g/l", o que corresponde a um crime rodoviário.

Ambos os detidos foram notificados para comparecerem em Tribunal Judicial da Comarca de Oeiras, para aplicação da respetiva medida de coação.