Sociedade

Prisão preventiva para suspeito de matar jovem de 18 anos em Alcobaça

Suspeito disparou vários tiros na direção da vítima, tendo um deles atingido a jovem na cabeça.


O Tribunal de Leiria decretou esta quinta-feira a medida de coação mais gravosa - prisão preventiva - para o rapaz de 19 anos, suspeito de matar a tiro uma jovem de 18 anos, no passado domingo, junto à estação de comboios de Martingança, em Alcobaça.

O homem foi detido na segunda-feira à noite e, de acordo com o coordenador da Polícia Judiciária de Leiria, Fernando Jordão, o crime "terá resultado de uma situação de dívidas relacionadas com droga". O profissional tinha já revelado que o agressor e a vítima, Soraya Andreia, já se conheciam antes e que a jovem traficava droga para ele.

O homicídio ocorreu na noite de domingo, quando o suspeito "terá disparado vários tiros com arma de fogo, atingindo a vítima, uma jovem de 18 anos de idade, na zona da cabeça", informou a PJ em comunicado. A vítima, que inicialmente as autoridades pensaram ter entre os 20 e os 30 anos, foi transportada para o Hospital de Leiria, e posteriormente transferida de helicóptero para o Hospital de Coimbra, onde acabou por morrer, na terça-feira.

"Após o conhecimento dos factos, foram desenvolvidas diligências investigatórias de imediato, que conduziram à identificação de vários intervenientes na situação, tendo-se procedido à detenção do presumível autor dos disparos fatais", pode ler-se no comunicado emitido pela PJ.

No âmbito da investigação foram ainda "localizados e apreendidos vários objetos, nomeadamente pertences da vítima, a arma de fogo utilizada na prática dos factos e produto estupefaciente", acrescenta a nota.

O detido é residente na zona de Alcobaça e não tem profissão conhecida.