Desporto

E três anos depois, voltou-se a fazer história. Portugal goleia Liechtenstein por 11-0

Nove dos 11 golos foram concretizados apenas na primeira parte e bastaram para igualar a maior vitória de sempre, frente também ao mesmo Liechtenstein, há praticamente três anos, a 11 de outubro de 2018, num jogo de qualificação para o Europeu.


O selecionador Rui Jorge e os seus soldados fazem história em Vizela. A seleção de sub-21 de Portugal venceu o Liechtenstein por 11-0, conquistando assim a maior goleada da história em jogos de futebol deste escalão.  

Nove dos 11 golos foram concretizados apenas na primeira parte e bastaram para igualar a maior vitória de sempre, frente também ao mesmo Liechtenstein, há praticamente três anos, a 11 de outubro de 2018, num jogo de qualificação para o Europeu.

O avançado do Benfica, Gonçalo Ramos, foi o autor de quatro golos e fica considerado com o maior marcador deste inesquescível jogo. Já os restantes cinco golos marcados até ao intervalos foram de Fábio Silva (2), produto do FC Porto que está agora a receber ordens de Bruno Lage nos Wolves, André Almeida (1), do Vitória de Guimarães, Nuno Tavares (1), que saiu da Luz para o Arsenal, e ainda Fábio Vieira (um penálti), que alinha nos dragões. 

Já na segunda parte, as jovens armas de Sérgio Conceição e Ruben Amorim no FC Porto e Sporting, Francisco Conceição e Tiago Tomás, marcaram os dois golos que completaram o resultado histórico. 

 

Este foi o segundo jogo de qualificação para o Europeu de 2023. Na primeira jornada, Portugal venceu a Bielorrússia, por 1-0. 

Porém, as goleadas sobre o Leichtenstein não são de agora, mas são sempre com o mesmo selecionador. Rui Jorge, além de ter vencido por 9-0 em outubro de 2018, também ganhou a esta seleção por 7-0, no mesmo ano, num encontro a contar para a 6.ª jornada do apuramento para o Euro'2019 de sub-21. Logo ao intervalo, a partida estava 5-0.