Economia

OE2022. Forças de segurança com mais dinheiro e investimento

Componente fixa do suplemento por serviços passa dos 31 para os 100 euros.


O Governo anunciou que vai “triplicar” a componente fixa do suplemento por serviço nas forças de Segurança, que passa dos 31 para os 100 euros. Mas não é só. A isto junta-se a componente variável de 20% do salário base e ainda outros suplementos, o que equivale a um aumento de 69 euros por mês e um aumento de 966 euros “para todos os elementos das forças de segurança”.

Recorde-se que este aumento até já tinha sido aprovado em Conselho de Ministros mas motivou vários protestos das associações que representam o setor.

Governo compromete-se ainda a fazer crescer o “investimento em infraestruturas de habitação, de pelo menos 10 milhões de euros, para garantir condições habitacionais dignas aos profissionais deslocados das forças de segurança”.