Sociedade

PGR abre inquérito sobre caso do jovem de 23 anos espancado na Baixa do Porto

O jovem acabou por não resistir aos ferimentos, confirmou a Procuradoria-Geral da República. Um suspeito de nacionalidade francesa está agora em prisão preventiva. O presidente da Câmara do Porto considerou que este caso “deve ser um grito para a toma de novas medidas de segurança". 


A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu, esta terça-feira, um inquérito para investigar o caso que levou um rapaz de 23 anos à morte, depois de ter sido espancado na Baixa do Porto, na madrugada de domingo, acabando por morrer no hospital.

Segundo a nota da PGR, enviada à agência Lusa, "os factos em referência deram origem a um inquérito" e que, no âmbito deste "processo, foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva a um arguido".

O alegado agressor, que está agora em prisão preventiva, foi detido pela PSP, pelas 04h00 de domingo, na Baixa do Porto. É de nacionalidade francesa, tem 21 anos e morada naquela cidade, segundo indicam fontes ligadas ao processo à mesma agência.

O jovem de 23 anos foi basquetebolista no Guifões Sport Clube, em Matosinhos, e, perto das 03h00 de domingo, foi espancado até ficar inconsciente e inanimado na via pública, na Rua Passos Manuel, na Baixa do Porto, junto a uma discoteca.

As autoridades transportaram o jovem em estado grave para o Hospital de Santo António, onde acabou por morrer, confirmou a PGR esta terça-feira.

O presidente da Associação de Bares e Discotecas da Movida do Porto já disse ao Governo que os empresários estão “muito preocupados” com a morte do jovem e pedem mais policiamento nas ruas.

Já o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, considerou que este caso “deve ser um grito para a toma de novas medidas de segurança”, reiterando que "têm sido sucessivos os alertas a exigir mais policiamento nas ruas", ao ressalvar "a necessidade de o Ministério da Administração Interna dar 'luz verde' à videovigilância" que autarquia pretende instalar na cidade, apontou numa nota publicado no portal online da autarquia.