Sociedade

Português detido na Bélgica mais de uma década depois de conclusão de investigação da PJ

Homem foi condenado a mais de quatro anos de prisão. 


A Polícia Judiciária (PJ) operacionalizou a extradição de um português, de 56 anos de idade, detido recentemente na Bélgica, em cumprimento de um mandado de detenção europeu.

Em comunicado, esta quarta-feira, a autoridade explica que em causa está a prática de crimes de violação de segredo de correspondência, de abuso de cartão de garantia ou de crédito e de burla informática. A investigação foi desenvolvida pela Diretoria do Norte da PJ e concluída em 2010.

“Após trânsito em julgado foi emitido, pelo Juízo Central Criminal do Porto, mandado de detenção europeu para cumprimento da pena de quatro anos e seis meses de prisão a que havia sido condenado”, informa a mesma nota.

A PJ deslocou-se à Bélgica, onde o detido lhe foi entregue pelas autoridades belgas, tendo custodiado o seu transporte e guarda até território nacional, onde foi conduzido a estabelecimento prisional para cumprimento da pena.