Politica

Ventura nomeado para prémio com patrocínio de Marcelo

O líder do Chega é um dos designados para o prémio Tágides 2021 que distingue "pessoas que nos inspiram no combate à corrupção".


André Ventura foi nomeado pela sociedade civil para a final do Prémio Tágides 2021, um concurso para figuras que “inspiram no combate à corrupção” promovido pela Associação All4Integrity e com o Alto Patrocínio do Presidente da República. Para a final, que se realizará na semana de 9 ou 16 de dezembro deste ano, em Lisboa, foram nomeadas outras 80 pessoas.

O objetivo desta iniciativa é “identificar, reconhecer, celebrar e premiar o trabalho de uma pessoa ou pessoas individuais que se destaquem na promoção de uma cultura de integridade e prevenção e luta contra a corrupção em Portugal, nas várias áreas da sociedade”. 

Os finalistas serão avaliados por um júri composto por 35 pessoas, onde constam nomes como Miguel Poiares Maduro, Ana Gomes, Luís Rosa, Sandra Felgueiras, Diana Soller, José Ribeiro e Castro, André Silva ou Catarina Furtado.

Criada pelo movimento #libertemomeupaísdacorrupção, o Prémio Tágides é “uma iniciativa da sociedade civil para a sociedade civil”,  que procura “reduzir ou mesmo eliminar qualquer vestígio de corrupção em Portugal”. Como propósito, pretende colocar o tema da corrupção “no centro do debate político e mediático, premiando figuras exemplares da nossa sociedade que se destacaram no combate à corrupção”.