Cultura

Líder da banda irlandesa The Chieftains morre aos 83 anos

"Paddy tinha muitas mais músicas para partilhar e histórias para contar. Tivemos sorte em tê-lo connosco tanto tempo”, disse a banda.


Paddy Moloney, músico irlandês e líder da banda histórica The Chieftains, morreu na terça-feira passada aos 83 anos, anunciou o Irish Traditional Music Archive (ITMA). As causas da morte são ainda desconhecidas.

“Poucas pessoas podem reivindicar o nível de impacto que Paddy Moloney teve na vibração da música tradicional em todo o mundo. Que legado musical maravilhoso nos deixou”, afirmou o ITMA.

Nascido e criado em Dublin, Moloney começou a tocar músicas aos seis anos, começando por um apito de lata de plástico oferecid o pela mãe. Paddy Moloney era casado com a artista Rita O’Reilly, com quem teve três filhos: Aonghus, Padraig e Aedin.

Formada em 1962, The Chieftains ajudou a popularizar a música tradicional da República da Irlanda, colaborando com vários artistas de renome, como Mick Jagger, Luciano Pavarotti, Van Morrison ou Elvis Costello, tendo conquistado seis Grammy em 18 nomeações.

Numa pequena nota publicada no Facebook, os The Chieftains lamentaram “a perda” de Paddy Moloney. “Paddy tinha muitas mais músicas para partilhar e histórias para contar. Tivemos sorte em tê-lo connosco tanto tempo”, salienta a banda.

Os comentários estão desactivados.