Politica

Jorge Moreira da Silva fora da corrida à liderança do PSD

A posição do ex-ministro do Ambiente surge horas depois de Rui Rio confirmar a sua recandidatura.


Jorge Moreira da Silva anunciou, esta terça-feira, que não será candidato à liderança do PSD. O ex-ministro do Ambiente fez o anúncio através da rede social Facebook, onde desejou a Rui Rio e Paulo Rangel "as maiores felicidades no confronto elevado de ideias".

A posição do Diretor-Geral da Cooperação para o Desenvolvimento da OCDE surge horas depois de Rui Rio confirmar a sua recandidatura: "Aguardei serenamente pela definição de Rui Rio quanto à sua recandidatura à liderança do PSD.

Confirmada que está tal recandidatura, entendo não dever eu próprio protagonizar uma candidatura própria, pois o superior interesse do País e do PSD aponta para que os Militantes possam fazer a sua opção livre entre as duas vias distinta que são apresentadas e que se encontravam em preparação no terreno há longos meses", começa por explicar.

Moreira da Silva acrescenta que deseja "a Rui Rio e a Paulo Rangel as maiores felicidades no confronto elevado de ideias e projetos que vão assumir, ciente de que o PSD precisa de ser capaz de, urgentemente, se constituir como alternativa séria de Governo para Portugal".

Contudo, irá acompanhar "atentamente a campanha interna que vai agora iniciar-se" e deixa uma promessa: "não deixarei, em devido tempo, de emitir a minha opinião sobre aquele que considero o melhor projeto".

 

Os comentários estão desactivados.