Internacional

Meia centena de casas evacuadas em La Palma

Estão atualmente mais de 7000 pessoas deslocadas.


Foram evacuadas na noite desta quarta-feira cerca de cinquenta casas nos municípios de Los Llanos de Aridane e Tazacorte, em La Palma, devido ao avanço da lava do vulcão Cumbre Vieja. O ordem foi dada pelo Plano Especial de Proteção contra Risco Vulcânico (PEVOLCA).

O serviço de Segurança e Emergência do Governo das Canárias (112 Canárias) anunciou na sua conta da rede social Twitter que os moradores dos bairros de Las Matelas, em Llos Lanos de Aridane, Marina Alta, Marina Baja, Cuesta Zapata e La Condesa tinham sido obrigados a deixar as suas habitações.

Até à retirada dos mesmos, já havia mais de 7000 pessoas deslocadas da área afetada pela erupção, somando-se agora os bairros que se encontram no caminhos dos fluxos de lava mais a noroeste. Além disso, também a atividade sísmica teve um aumento nas últimas horas, tendo sido registados, de acordo com o Instituto Geográfico Nacional (IGN) espanhol, 38 terramotos na ilha de La Palma. O maior terramoto desde o início da erupção foi registado na terça-feira, com uma magnitude 4,8 na Escala de Richter.

Mais de um mês após a primeira erupção do Cumbre Vieja, que aconteceu a 19 de setembro, o vulcão continua com uma atividade intensa. Contudo, a normalidade está lentamente a voltar à ilha de La Palma, nas Canárias, com as autoridades responsáveis pela Educação a permitirem que as aulas fossem retomadas na passada segunda-feira, nos municípios mais afetados pelo vulcão (Tazacorte, Los Llanos de Aridane e El Paso), com um número de alunos superior a 90%.