Desporto

MP francês pede 10 meses de prisão com pena suspensa para Benzema

O Ministério Público pede ainda que o Karim Benzema, acusado de chantagear o colega Mathieu Valbuena com imagens com conteúdo sexual, pague uma multa de 75 mil euros.


O Ministério Público francês pediu, esta quinta-feira, que Karim Benzema seja condenado a 10 meses de prisão com pena suspensa e a uma multa de 75 mil euros. Em causa está a alegada cumplicidade do jogador francês num caso de chantagem ao colega da seleção Mathieu Valbuena.

No total, há cinco arguidos a serem julgados no processo. A pena pedida contra o avançado do Real Madrid é a mais leve, tendo os outros quatro arguidos sido alvo de sentenças pedidas entre 18 meses de pena suspensa até quatro anos de prisão.

O caso remonta a 2015, durante um estágio da seleção francesa de futebol, quando Valbuena pediu a Axel Angot, um residente em Marselha, para transferir ficheiros do seu telemóvel para outro disposivo. Angot terá encontrado imagens com conteúdo sexual e com Mustapha Zouaoui ameaçou tornar as imagens públicas.

A dupla contactou Zarim Zenati, amigo de infância de Benzema, para “intermediar” a chantagem. O envolvimento direto de Benzema prende-se com o facto de o jogador ter tentado convencer Valbuena a pagar os 150 mil euros que os chantagistas pediam.

Durante uma audiência em tribunal, na quarta-feira, o atual jogador do Olympiacos, da Grécia, afirmou que se sentiu “assustado, transtornado e em perigo” devido à chantagem. Já Benzema não compareceu ao julgamento devido “a motivos profissionais”.

O jogador esteve afastado da seleção de futebol desde 2015 devido ao caso, tendo sido novamente convocado há cerca de quatro meses. Na altura, Benzema defendeu que “queria ajudar um amigo, sem causar dano a Valbuena”.