Opiniao

Cultura do cancelamento

É por isso que estas derivas políticas e sociais que nasceram com o marxismo há um século, ganharam força no feminismo e deram corpo à ideologia do género e agora ao cancelamento (woke), têm como objetivo primordial destruir a família, as forças de segurança, as forças armadas, o ensino privado, enfim tudo o que possa dar estabilidade, referências e ‘raízes’ às pessoas.


Por Abel Matos Santos
Ex-membro da direção do CDS e fundador do TEM

Depois do marxismo e do feminismo, eis que vivemos sob a frenética ‘cultura do cancelamento’, que na verdade é uma Ideologia totalitária e extremista, assente na mentira e na total ausência de cultura, conhecimento ou justiça.

É sabido que para as sociedades serem positivas, estáveis e solidárias é necessário segurança, previsibilidade, cultura e conhecimento. também se sabe que a Família é a célula base da sociedade, sem a qual tudo se desmorona. Isto é assim porque a Família é esse espaço de segurança e de afeto que todos precisamos para nos desenvolvermos de forma harmoniosa.

E é também aqui que se definem muito bem os papeis de pai e mãe, de masculino e feminino e de auctoritas, a autoridade da família e o respeito pelos mais velhos.

É por isso que estas derivas políticas e sociais que nasceram com o marxismo há um século, ganharam força no feminismo e deram corpo à ideologia do género e agora ao cancelamento (woke), têm como objetivo primordial destruir a família, as forças de segurança, as forças armadas, o ensino privado, enfim tudo o que possa dar estabilidade, referências e ‘raízes’ às pessoas.

É por isso que atacam ferozmente nas escolas, nas universidades, na comunicação social, dominando esses meios como via de doutrinação, instalando a dúvida, o medo, a recriminação e o caos, para criarem uma sociedade nova, modelável a seu belo prazer e onde os cidadãos passam a ser meras marionetas, dirigidos e usados conforme o interesse.

Já chegámos a um ponto onde não se pode dizer, em sítios como as universidades, que as mulheres têm vagina e os homens pénis, levando a que as pessoas sejam suspensas e perseguidas.

A História é adulterada, as estátuas e os monumentos são destruídos em nome de um desejo de apagamento que impede a própria interpretação e conhecimento da verdade.

Não podemos ter opinião livre que, se for contra a ideologia woke, leva a um ataque mediático que impede a livre discussão e destrói as pessoas. Os conteúdos e a informação são manipulados para dar somente um enfoque e tudo o resto é apagado, bloqueado, cancelado.

É contra isto que temos todos de nos levantar e denunciar, combatendo aquilo que é uma mentira descarada, travestida de um alegado justicialismo que não é mais do que uma investida destruidora do nosso modo de vida.